àguas

São Paulo 2020 / 2022

 

Estudo do encontro da  tinta acrílica branca (base aquosa) com a vinílica preta e a inserção de tinta metálica dourada, cujo pigmento flui pelo caminho d'água e decanta quando inerte. 

 

A série propõe  pinturas que fazem referência à fotografias tanto topográficas,vista de cima, quanto macro, bem de perto; e a experiência sensitiva/observativa / reflexiva gerada a partir desse dual ponto de vista, que se espelha, apesar das escalas,  em função  da distância do olhar.

 

A série, ainda se mantém fiel a pesquisa sobre o  registro (fotografia) do caminho d'água e a reflexão entre o tempo do mundo, o tempo do ato e a escala.As peças devem serem vistas de perto explorando rugosidades, entranhas, profundidades, rachaduras e texturas.